Pauta Baiana
A Notícia com tempero que só tem na Bahia!

PROCESSO SELETIVO DO IBGE ENCERRA INSCRIÇÕES NESTA QUARTA-FEIRA

Acaba nesta quarta-feira (29), às 16h, o prazo de inscrição para o processo seletivo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O certame vai contratar 183.021 recenseadores para o Censo Demográfico 2022. São vagas de nível fundamental distribuídas em 5.297 municípios do país. Desse total, 46.454 para o Nordeste, sendo 12.485 na Bahia.

O candidato deve escolher a área de trabalho e em qual cidade realizará a prova. A taxa de inscrição na seleção é de R$ 57,50, pode ser paga até 25 de janeiro, e a prova será aplicada na manhã do dia 27 de março de 2022. A previsão é de que os aprovados trabalhem por até três meses na coleta domiciliar.

Também encerram hoje as inscrições para as 18.420 vagas de agente censitário supervisor (ACS) e as 5.450 de agente censitário municipal (ACM), para nível médio. Os salários são de R$ 1.700 e R$ 2.100, respectivamente. A taxa de inscrição é de R$ 60,50, pode ser paga até 25 de janeiro, e a prova será aplicada também em 27 de março, só que na parte da tarde. As inscrições para recenseador e agentes censitários podem ser feitas no site da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

OUTROS EDITAIS

Outros dois editais abriram 1.781 vagas de nível médio para agente censitário de administração e informática (ACAI) e 31 para coordenador censitário de área (CCA). As inscrições custam R$ 44 para ACAI e de R$ 66 para CCA, e poderão ser feitas até 10 de janeiro de 2022 no site do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC).

Os salários são de R$ 1.700 para ACAI e de R$ 3.677,27 para CCA, com jornada de 40 horas semanais, sendo oito horas diárias para ambas as funções. Para CCA, é obrigatório ter Carteira Nacional de Habilitação definitiva ou provisória, no mínimo categoria B, no prazo de validade.

Como os recenseadores são remunerados por produtividade, o IBGE preparou um simulador online, que calcula quanto o profissional vai receber de acordo com a quantidade de residências visitadas e pessoas recenseadas, considerando ainda a taxa de remuneração de cada setor censitário, o tipo de questionário preenchido (básico ou amostra) e o registro no controle da coleta de dados. A jornada de trabalho recomendável para os recenseadores é de, no mínimo, 25 horas semanais.

Para estimar a remuneração, basta informar o município e a quantidade de horas que pretende dedicar ao trabalho. O coordenador de Recursos Humanos do IBGE, Bruno Malheiros, explica que a taxa de remuneração varia por diversos fatores, entre eles, o acesso ao setor censitário, que é o local onde estão localizados os domicílios visitados.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.