Pauta Baiana
A Notícia com tempero que só tem na Bahia!

DIABETES: HÁBITOS SAUDÁVEIS PODEM SER DETERMINANTES PARA O COMBATE DA DOENÇA

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), apontam que 13 milhões de brasileiros são atingidos pela diabetes, doença causada pelo excesso de glicose no sangue e que pode gerar algumas complicações graves, como AVC, problemas cardíacos, acometimento dos rins, cegueira, problema neurológico e até mesmo amputação dos membros. Marcada para alertar os riscos da doença, foi criado o Dia Mundial do Diabetes, celebrado no dia 14 de novembro.

Mas, você sabe quais atitudes devem ser tomadas para evitar a doença? Segundo a Federação Internacional de Diabetes (IDF) estipula-se que, até 2045, haverá um aumento de 62% de casos na América Latina, alcançando a marca de 42 milhões de pessoas acometidas pela patologia.

Marla Cruz, diretora médica do Leme, medicina diagnóstica da Dasa afirma que as causas e o agravamento do diabetes estão ligados ao estilo de vida que levamos. Para a especialista o caminho a ser seguido para a prevenção é ter uma vida saudável. “De fato, é importante que as pessoas tenham uma vida saudável com alimentação equilibrada, exercícios regulares, peso dentro da normalidade, controle da pressão arterial, não fumar e beber moderadamente”, pontua a especialista.

A médica explica que é fundamental redobrar os cuidados para o aumento dos casos e estar atento aos riscos para o desenvolvimento do diabetes. Segundo a médica, alguns dos vilões da doença são:

Excesso de peso e obesidade

Ingestão de açúcar e gordura em excesso

Sedentarismo

História familiar e herança genética

Idade

Stress

Alcoolismo

Pré-Diabetes

Hipertensão arterial

Diabetes gestacional prévia

História de doença cardiovascular prévia

A especialista frisa que ficar em alerta aos sintomas do diabetes é fundamental para buscar tratamento o mais cedo possível e manter a doença controlada. “Muitas vezes encontramos pacientes com hiperglicemia sem nenhum sintoma e o diagnóstico tardio pode trazer riscos para o desenvolvimento de complicações, portanto é necessário manter um estilo de vida saudável, que inclui dieta equilibrada, prática de atividade física e acompanhamento médico regularmente”, orienta a médica.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.